Black Hole Sun

Publicado: abril 15, 2008 em general insanity, real life

Para variar, hoje eu estava lendo.

Não foi muito diferente dos outros dias. A leitura, quero dizer. O dia foi. O primeiro dia decentemente frio do ano, profetizando um inverno infernal, digno das mais fluxas profundezas de Porto Alegre. Esse dia acordou lavado, depois de duas noites de tempestade. As nuvens escuras esconderam a cidade do brilho implacável do sol para mim. A água esparramada pelos meandros das calçadas não refletia luz insustentável. Refletia uma imagem desconhecida de eu mesmo. Menos baixo do que eu lembrava. Menos esquecido. Menos defunto.

Protegido do olho flamejante dos céus, eu reinei.

E li, é claro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s