Seasons of Love

Publicado: outubro 31, 2007 em general insanity, movies, real life, sleep deprivation

Ouvi uma música.

Até aí, nada de novo. Ouço músicas toda a hora. O que merece menção aqui é que associei essa música a um cenário de sentimentos que, embora eu tenha vontade de dizer que me pertencem, sei perfeitamente que foram de muitas outras pessoas antes e serão de muitas mais um longo tempo depois que eu não for nada a não ser o pó das estrelas.

 “Five hundred, twenty five thousand, six hundred minutes
Five hundred, twenty five thousand moments so dear
Five hundred, twenty five thousand, six hundred minutes
How do you measure a year?

In daylights, in sunsets, in midnights, in cups of coffee
In inches, in miles, in laughter, in strife
In five hundred, twenty five thousand, six hundred minutes
How do you measure a year in the life
How about love? How about love? How about love? Measure in love

Seasons of love

Five hundred, twenty five thousand, six hundred minutes
Five hundred, twenty five thousand journeys to plan
Five hundred, twenty five thousand, six hundred minutes
How can you measure the life of a woman or man?

In truths that she learned, or in times that he cried
In bridges that he burned, Or the way that she died
It’s time now to sing out, thought the story never ends
Let’s celebrate, remember a year in life of friends
Remember the love! Remember the love! Remember the love! Measure in love

Seasons of love

E, se me permitem dizer, sentimentos muito bem sentidos.

Anúncios
comentários
  1. v. disse:

    no day but today…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s