Life on a Lamen Strand: Followup

Publicado: outubro 30, 2007 em general insanity, real life

Oh deus.

 Se é possível morrer de envenenamento por lamen, estou prestes a descobrir.

Caso eu sucumba a tamanha maladia, deixo meus escritos para meus pai, assim como os livros que possuo. Deixo meu senso de humor para aqueles que acreditam que “engraçado” é a descrição de um homem que tem sentimentos amorosos e/ou lascivos em relação à uma moça. Deixo meu computador para minha mãe, que deveria ter um só para ela, e que também deveria seu fazer seu filho deixar de enrola-la e finalmente ensina-la a utilizar melhor essa ferramenta. Deixo desejos bons para todos aqueles que cruzaram meu caminho. O resto podem dividir entre quem achar que precisa/quer, ou entre quem achar o invólucro abandonado.

Agora, se possível, deixem o que acharem do meu coração por aí comigo. Sentimentalmente, sou muito apegado a ele.

 Maldito movimento romântico.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s