Eternal Sunshine of the Spotless Mind

Publicado: outubro 29, 2007 em general insanity, real life, sleep deprivation

Ou “Brilho Eterno da Mente Sem Spot”. 

Longos dias se passaram. Li mais, escrevi mais, me exercitei mais e andei por aí. Falei com mais pessoas e mais pessoas falaram comigo. Ouso dizer que vivi mais. O que me fez especialmente bem foram as pessoas e as leituras.

 Das pessoas, sempre houve o problema de certas atividades sociais me incomodarem um pouco. Meus pais sempre disseram “tu só gosta do que tu gosta”, e eles estavam certos. A maior parte do tempo sou inflexível quanto ao meu tempo, minhas atividades e as pessoas que escolho me cercar de. Percebo agora, tardiamente mas percebido, que essa deve ser a mais forte razão do meu total problema de organização.

 Acreditem se quiserem, mas eu perdi o fio da meada.  Então, termino com uma peça de informação nova e uma antiga

Hoje eu não comi pão com manteiga na chapa e os homens temem a vastidão da eternidade.

 Until we meet again. Me and my brain, that is.

Anúncios
comentários
  1. Carol disse:

    Nunca é tarde demais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s