Dare to Be You

Publicado: julho 25, 2007 em general insanity, sketches

Ele dá trôpegos passos em direção a um mar sem ondas bem conhecido. Ele olha para os fins da terra e pensa com cuidado sobre suas próximas palavras. Ele lembra dos homens que vieram até aqui neste dia. Todos respeitáveis. De nenhum ele gosta. Todos velhos, lamacentos e empoeirados por uma vida de arrependimentos. Todos escravos da sina que sofrem os homens de serem menos do que eles poderiam ser. E todos estão aqui porque ele tem algo que querem. Agora, todos esperam pelo que ele tem a dizer a seguir. De suas próximas palavras, as ondas que irão moldar seu futuro hão de se propagar. Ele engole seco, fecha os olhos, murmura uma despedida e toma sua decisão. Solene, vira-se em direção aos homens.

-Não.

E se deixa cair para longe deles.

Anúncios
comentários
  1. V. disse:

    nossa! parece que eu li ja o resto em algum lugar! ou a minha imaginacao eh que eh mto boa mesmo. 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s