Horror, Thy Name is Woman

Publicado: abril 23, 2007 em general insanity, real life

Hoje, dia 23 de Abril de 2007 minha irmã mais nova completa vinte e cinco verões. Diria que ela está bem na foto: bom emprego, boa saúde, rolos (des)amorosos e amigos. Para ela, parabéns e tudo de bom. Meus melhores desejos. E olha que eu tenho uns muito bons.

Uma coisa engraçada though. Embora eu não dê bola para coisas mínimas como datas de aniversário e, você sabe, relações familiares muitíssimo próximas, eu estava agradado com a minha pessoa por ter sido capaz de aparecer lá para dividir o dia com a minha irmã e família adjacente. E neste mesmo almoço, eu aparentemente perdi o controle (não de uma maneira exagerada, mas certamente não estava mais em perfeito estado de calma) quando começamos a discutir.

Eu, minha irmã, minha mãe e minha tia. Eu e três mulheres.

Realmente não sei o que vai ser de mim, mas poucas situações me deixam mais completamente alterado do que discutir com mulheres. Simplesmente… não consigo. Uma das frases da minha irmã (que foi a frase que pushed me over the edge) foi assim: “Olha o teu tom arrogante. Perdeu toda a razão.” Tom. Meus argumentos são descartados em favor ao meu tom de voz.

*sigh*

Acho que eu perdi o controle enquanto estava escrevendo esse post. Mas que nada me tira do sério em tão grandes proporções quanto uma mulher… ô.

E o pior é que faz sentido.

*gurlge*

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s